email para contactos:
depressaocolectiva@gmail.com

segunda-feira, 22 de junho de 2015

Do que se perde


Cada vez mais me interesso mais  pelo rogue, pela solitária, pelo que diz à  manada para ir dar uma curva; pelo que se marimba para o leite sem lactose e para o sushi, pela que nem faz ideia do que é o  facebook; pelo que  não discute marcas de gin e pela que fuma sem vergonha.
O pior da manada são os elementos  que  pretendem não lhe pertencer. São as que fazem plásticas ou emagrecem por motivos de saúde, são os que não imaginam a andropausa sem uma  moto ou uma tatiana  marisa a gemer-lhes  o jovens que ainda são.
Se a vida é um mal digno de ser gozado,  a manada é uma vantagem a desperdiçar.

1 comentário:

  1. Pois! Mas a manada faz pagar caro quem não pertence a manada.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.