email para contactos:
depressaocolectiva@gmail.com

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Manual de sobrevivência ( 32)

A depressão é diferente da tristeza, dizem vocês. Para mim é igual: o meu corpo não me obedece, não encontrei  o  amor, não espero nada. Vou vivendo.

Se o teu corpo te tivesse sempre obedecido, terias  nascido para este mundo cão?
Sobre o amor, dou-te Anna Langfus. Torturada pela Gestapo, assiste à execução do marido e  morre  de enfarte aos 46 anos. Dizia ela que não podemos usar  palavras humanas para descrever  uma realidade que não está à altura  dos homens.
Não percebes? O amor não é para ser encontrado, é para ser perdido.


4 comentários:

  1. "O amor não é para ser encontrado, é para ser perdido." parece que sim. as grandes e as pequenas vidas assim o revelam.

    ResponderEliminar

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.